Após 32 anos, Edilane Araújo deixa bancada do JPB 2ª Edição da TV Cabo Branco

Depois de 32 anos no ar, a jornalista Edilane Araújo vai deixar a bancada como apresentadora do JPB 2ª Edição da TV Cabo Branco, afiliada da Globo em João Pessoa. O anúncio foi feito pela própria emissora nesta sexta-feira (11) e Edilane deixará a apresentação do programa no mês de fevereiro.

Após 32 anos, Edilane Araújo deixa bancada do JPB 2ª Edição da TV Cabo Branco
Reprodução

Depois de 32 anos no ar, a jornalista Edilane Araújo vai deixar a bancada como apresentadora do JPB 2ª Edição da TV Cabo Branco, afiliada da Globo em João Pessoa. O anúncio foi feito pela própria emissora nesta sexta-feira (11) e Edilane deixará a apresentação do programa no mês de fevereiro.

A jornalista Larissa Pereira irá substituir Edilane na apresentação do jornal noturno. Larissa já foi repórter da TV Cabo Branco e atualmente estava atuando na Rede Globo em Recife.

Edilane deixa a bancada do JPB 2ª Edição, mas permanece na Rede Paraíba de Comunicação como gerente de Qualidade, cargo que ocupa há mais de um ano. Nessa função, Edilane coloca toda sua experiência na execução de novos projetos da rede, como foi a implantação da Rádio CBN em Campina Grande, em 2018.

Edilane Araújo é apresentadora da TV Cabo Branco desde que a emissora entrou oficialmente no ar, em janeiro de 1987. A maior parte desse tempo, como âncora do telejornal noturno. Click PB

Tags:

Outras Notícias

Prefeitura de João Pessoa oferece curso de Libras; saiba como participar
06/01/2019 09:00
Entretenimento

Prefeitura de João Pessoa oferece curso de Libras; saiba como participar

O ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) para pessoas com alguma deficiência auditiva e surdez é uma das iniciativas relevantes e bem sucedidas na rede municipal de ensino da Prefeitura...

Leia mais
Operação da PF apura desvio de quase R$13 milhões do Ministério do Trabalho
13/12/2018 10:47
Cidades

Operação da PF apura desvio de quase R$13 milhões do Ministério do Trabalho

Investigações da Polícia Federal no âmbito da Operação Registro Espúrio, que apura irregularidades no Ministério do Trabalho, identificaram desvios de quase 13 milhões de reais de uma conta...

Leia mais

Comentários