Inacreditável

Após ser roubada, mulher obriga ladrão a manter relação sexual com ela

Uma mulher identificada como Mônica Santos, de 28 anos, está sendo acusada pela justiça de tortura e carcere privado, após prender e obrigar um ladrão que invadiu seu estabelecimento comercial a manter relações sexual.

Após ser roubada, mulher obriga ladrão a manter relação sexual com ela
Reprodução

Uma mulher identificada como Mônica Santos, de 28 anos, está sendo acusada pela justiça de tortura e carcere privado, após prender e obrigar um ladrão que invadiu seu estabelecimento comercial a manter relações sexual.


Segundo informações, Jonas Teixeira, de 32 anos, invadiu um salão de beleza na cidade de Pontal, interior do TO, armado. Depois de recolher a renda, ele foi surpreendido pela cabedeleira que é faixa preta de caratê. Ao entrar em luta corporal com o homem, ela conseguiu pegar a arma e logo amarrou as mãos do assaltante com o fio elétrico de um secador de cabelos.

Em vez de acionar a polícia, Mônica levou Jonas até um quarto e o obrigou a manter relações sexuais durante três dias. Após ser abusado, Jonas procurou uma delegacia, onde relatou o fato, ele foi encaminhado para o hospital devido está bastante machucado apresentando diversos hematomas pelo corpo, testículos e uma lesão no ÓRGÃO GENITAL.

Para a polícia, Jonas relatou que Mônica prendeu ele com uma algemas de pelúcia cor de rosa e que foi obrigado a tomar Viagra. A cabeleireira foi chamada para esclarecer a história, onde afirmou ao delegado: “Esse cara é um idiota! Nós fizemos sexo muitas vezes. Mas eu lhe dei uma calça jeans nova, comida e ainda dei dinheiro para que ele fosse embora do meu salão”. disse!


Jonas foi preso pelo crime de roubo e Mônica, por tortura e cárcere privado.

Fonte:Folha Brasil News

Tags:

Outras Notícias

"Agradecida": Idosa se emociona ao encontrar Berg Lima em Bayeux
06/07/2019 11:06
Cidades

"Agradecida": Idosa se emociona ao encontrar Berg Lima em Bayeux

A cena foi registrada durante a visita de Berg Lima ao Espaço de Convivência.

Leia mais
VÍDEO: Por conta de barulho, subcomandante da PM bate em mulher que celebrava noivado
13/01/2019 10:30
Cidades

VÍDEO: Por conta de barulho, subcomandante da PM bate em mulher que celebrava noivado

O subcomandante do 4º Batalhão da Polícia Militar de Alagoas, major André Dias, foi filmado agredindo uma mulher que comemorava o noivado em Maceió. O militar não estava em horário de trabalho.

Leia mais

Comentários