POLÍTICA

Câmara de Cabedelo recebe pedidos de cassação contra 11 vereadores

Os pedidos de cassação foram feitos contra os vereadores afastados ou presos devido à Operação Xeque-Mate e contra o vereador José Eudes, por excesso de faltas.

Câmara de Cabedelo recebe pedidos de cassação contra 11 vereadores
Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Cabedelo recebeu na sessão ordinária desta terça-feira (23) o pedido para cassação de 11 vereadores. Dez pedidos de cassação foram feitos contra os vereadores que estão presos ou que foram afastados em decorrência da Operação Xeque-Mate, deflagrada pela Polícia Federal.

Os requerimentos foram lidos em sessão e serão encaminhados para suas respectivas tramitações na Câmara. 

Já o décimo-primeiro pedido de cassação é contra o vereador José Eudes. A acusação é de que ele excedeu o número de faltas em sessão no ano de 2017. O pedido de cassação de José Eudes será julgado pela Mesa Diretora da Câmara. Em entrevista ao ClickPB, José Eudes afirmou que ainda não tomou conhecimento sobre as acusações pois está de licença médica após uma cirurgia. No entanto, ele afirmou que o pedido foi feito a mando do prefeito Victor Hugo. "É uma quadrilha organizada que tem em Cabedelo há muito tempo já. Foi presa uma parte, mas ficou outra agindo na cidade. Eles vão atacar quem investiga", afirmou o vereador.

Os dez vereadores que foram presos ou afastados em decorrência da Operação Xeque-Mate irão ter seus pedidos de cassação apreciados pela Comissão de Ética da Câmara Municipal de Cabedelo. Tércio Figueiredo Dornelas, Rosivaldo Alves Barbosa, Antônio Bezerra do Vale Filho, Jacqueline Monteiro França (ex-primeira-dama), Belmiro Mamede da Silva Neto, Rosildo Pereira de Araújo Júnior, Josué Pessoa de Góes, Antônio Moacir Dantas Cavalcanti, Lúcio José do Nascimento e Franciso Rogério Santiago são acusados de quebra de decoro parlamentar.

O vereador Evilásio Cavalcanti, presidente da Comissão de Ética, detalhou que está esperando o encaminhamento dos pedidos de cassação para dar início às tramitações. "Assim que eu receber vai ter o prazo de algo de dez dias para apresentar defesa. Tem todo um rito", explicou Evilásio, dizendo ainda que pretende resolver a questão o mais rápido possível.

De acordo com Evilásio em entrevista ao site, "já faz mais de um ano que a Câmara vem pagando vereadores presos e afastados". Ele calcula que mais de R$ 1 milhão já foi gasto no pagamento dos subsídios dos vereadores que não ocupam o cargo por determinação judicial. Após pressão de setores da sociedade, a Câmara Municipal decidiu agir.

Os pareceres emitidos pela Comissão de Ética deverão ser encaminhados para o plenário da Câmara Municipal e a decisão final caberá ao colegiado de vereadores.

Outras Notícias

VÍDEO: Cirurgião retira sanguessuga que viveu por três meses na garganta de paciente
12/01/2019 12:46
Mundo

VÍDEO: Cirurgião retira sanguessuga que viveu por três meses na garganta de paciente

Um cirurgião no Vietnã pensou que estava retirando um "tumor" da garganta de uma paciente de 63 anos, que se queixava de insistentes e fortes dores de cabeça. Mas houve uma grande surpresa para o...

Leia mais
Vereador passa mal e é levado para hospital antes mesmo de ser ouvido em audiência da Xeque-Mate
26/06/2019 13:10
Cidades

Vereador passa mal e é levado para hospital antes mesmo de ser ouvido em audiência da Xeque-Mate

O vereador Antônio Bezerra do Vale Filho, que seria ouvido na manhã desta quarta-feira (26), durante a primeira audiência de instrução e julgamento da Xeque-Mate, passou mal antes mesmo de ser...

Leia mais

Comentários