FISCALIZAÇÃO

Exército fiscaliza 11 empresas da Paraíba que trabalham com explosivos

O Exército Brasileiro iniciou, nesta terça-feira (28), a Operação Dínamo VII para fiscalizar empresas que trabalham com explosivos na Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte.

Exército fiscaliza 11 empresas da Paraíba que trabalham com explosivos
Foto: Reprodução

O Exército Brasileiro iniciou, nesta terça-feira (28), a Operação Dínamo VII para fiscalizar empresas que trabalham com explosivos na Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte.

A intenção é intensificar a fiscalização de todo o ciclo de vida dos materiais explosivos e correlatos. Serão verificados a documentação, as condições de segurança, controle da produção e estoque, armazenamento, comercialização e transporte, além da utilização de explosivos.

A fiscalização poderá se estender a outros Produtos Controlados pelo Exército (PCE), observado a necessidade e a conveniência, no decorrer da operação. As Organizações Militares (OM) envolvidas atuam com poder de Polícia Administrativa, e recebem o apoio dos Órgãos de Segurança e Ordem Pública (OSOP) e Agências Governamentais.

Conforme o Exército, o trabalho é um esforço conjunto, objetivando contribuir para a segurança da sociedade, preservação da ordem pública, assim como a prevenção de ilícitos, principalmente com explosivos, e demais produtos controlados.

A Operação tem a previsão de fiscalizar 81 empresas nos quatro Estados sendo: 46 em Pernambuco, 16 no Rio Grande do Norte, 8 em Alagoas e 11 na Paraíba, empregando, 18 equipes fiscalizadoras.

Outras Notícias

Homem é assassinado na ladeira do Rangel
06/01/2019 20:25
Cidades

Homem é assassinado na ladeira do Rangel

Um homem de 26 anos foi assassinado na ladeira do bairro do Rangel, em João Pessoa. O crime aconteceu na noite deste domingo (6).

Leia mais
Cabral decide fazer delação premiada; advogado deixa o caso após 2 anos
23/12/2018 14:07
Política

Cabral decide fazer delação premiada; advogado deixa o caso após 2 anos

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB) decidiu colaborar com a força-tarefa da Operação Lava Jato e realizar uma delação premiada junto ao MPF (Ministério Público Federal) e à PGR...

Leia mais

Comentários