DESPEDIDA

Fãs fazem fila e lotam Ronaldão na despedida do cantor Gabriel Diniz

Fãs de Gabriel Diniz, que morreu no início da tarde de ontem (28) durante a queda do avião em que estava, fazem longa fila e lotam o Ronaldão para se despedir do cantor.

Fãs fazem fila e lotam Ronaldão na despedida do cantor Gabriel Diniz
Foto: Reprodução

Fãs de Gabriel Diniz, que morreu no início da tarde de ontem (28) durante a queda do avião em que estava, fazem longa fila e lotam o Ronaldão para se despedir do cantor.

O velório está ocorrendo no ginásio O Ronaldão e o sepultamento está previsto para às 16h no cemitério Parque das Acácias.

Gabriel Diniz seguia de Salvador para Maceió para celebrar o aniversário da namorada, Karoline Calheiros, quando o avião em que estava caiu em Sergipe. O cantor de 28 anos morreu no voo do percurso nesta segunda-feira (27), dia em que ela completa 25 anos. Gabriel e Karoline estavam juntos há mais de dois anos.

O avião que levava o cantor caiu no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe.

Gabriel Diniz tinha 28 anos e nasceu em Campo Grande (MS). Ele foi criado em João Pessoa (PB), onde morava, e teve uma banda com amigos da escola. GD, como era conhecido, era um astro do forró, mas transitava bem no sertanejo.

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com “Jenifer”, o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topos das paradas de todo o Brasil.

Outras Notícias

Luciano Cartaxo homologa concurso da Sedurb e anuncia convocação dos 70 aprovados para o dia 1° de maio
07/02/2019 12:51
Política

Luciano Cartaxo homologa concurso da Sedurb e anuncia convocação dos 70 aprovados para o dia 1° de maio

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou, na manhã desta quinta-feira (7) através de seu perfil no twitter (@Luciano_Cartaxo), a homologação do concurso da Secretaria de Desenvolvimento...

Leia mais
Vale diz não saber por que sirenes não funcionaram em Brumadinho
05/02/2019 13:24
Cidades

Vale diz não saber por que sirenes não funcionaram em Brumadinho

Onze dias após o rompimento da barragem na mina do Córrego do Feijão, que matou pelo menos 134 pessoas e deixou 199 desaparecidos em Brumadinho (MG) no último dia 25, a Vale ainda não sabe...

Leia mais

Comentários