DEVER

Governador diz que tem a sensação do dever cumprido após um ano de eleição

A sensação do dever cumprido após um ano de sua eleição e nove meses de governo.

Governador diz que tem a sensação do dever cumprido após um ano de eleição

O governador João Azevêdo (PSB) disse após o encontro com seu secretariado, nesta segunda-feira (7), no Centro de Convenções de João Pessoa, que tem a sensação do dever cumprido após um ano de sua eleição e nove meses de governo.

“Eu posso avaliar como positivo. A gente sabe que muita coisa avançou, e muita coisa precisa avançar ainda muito mais. Mas é a sensação de missão cumprida até agora. Eu não tenho outra avaliação, dentro de uma fase tão difícil na economia desse país em que ainda se tem muitos desempregados e em que a economia não roda” avaliou.

Apesar da crise econômica, a Paraíba, conforme enfatizou o governador, se mantem com o nível de investimento satisfatório, e continuando a pagar os fornecedores e os servidores em dia.

“Ou seja, eu faço uma avaliação extremamente positiva desse período”, enfatizou.

Um ano após ser eleito governador da Paraíba, João Azevêdo também negou que tenha interesse em promover uma reforma administrativa na gestão estadual.
“Não, a mudança de secretariado é uma coisa comum, isso vai acontecer até o último dia do governo se for necessário. Fazer alteração ou substituição, sempre que houver necessidade, eu farei com a maior tranquilidade. Para os quatro anos, independentemente de qualquer coisa, só o meu mandato e de Lígia [Feliciano, vice-governadora], os demais são cargos de confiança, e dependendo da avaliação pessoal de quem está no cargo e de minha análise enquanto governador, eu vou avaliar, e farei sem problema algum”, comentou.

Além da pauta política, o governador recomendou os secretários que contenham gastos elevados e alegou que todos os dias a Paraíba sofre com bloqueios de recursos em decorrência de processos judiciais. “Ou seja, para planejar fica cada vez mais difícil”, argumentou.

Em um recado direto aos secretários, ele disse que precisa ter uma equipe voltada para os interesses da Paraíba com ação de cada secretaria.
Ninguém faz nada sozinho. Não existe nenhuma ação de uma secretaria que não dependa de outra” afirmou.

Ainda falando sobre as orientações que deu aos secretários, João disse que todas as ações precisam ser planejadas, e que a ordem é contenção de gastos e de desperdício

Outras Notícias

Homem agride ex-companheira por não aceitar término de relacionamento
19/01/2019 13:25
Cidades

Homem agride ex-companheira por não aceitar término de relacionamento

Uma mulher de 21 anos foi agredida pelo ex-companheiro na manhã deste sábado (19). O caso aconteceu no bairro de Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar...

Leia mais
Futuro ministro propõe limite para venda de bebidas alcoólicas no Brasil
21/12/2018 14:09
Cidades

Futuro ministro propõe limite para venda de bebidas alcoólicas no Brasil

O deputado federal Osmar Terra (MDS-RS), que assumirá o ministério da Cidadania, Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte no futuro governo Jair Bolsonaro, propõe como política para os jovens uma...

Leia mais

Comentários