POLÍTICA

Governo lança Programa de Incentivo ao Esporte Paraibano e vai investir R$ 7 milhões ao ano

Nova linha de crédito esportivo vai unificar o Gol de Placa e o Bolsa Atleta, que foram extintos. Clubes de futebol e de outros esportes serão beneficiados.

Governo lança Programa de Incentivo ao Esporte Paraibano e vai investir R$ 7 milhões ao ano

O Programa de Incentivo ao Esporte Paraibano foi lançado nesta segunda-feira (13) pelo governador João Azevêdo (sem partido) com o objetivo de centralizar e substituir os programas esportivos que existiam até então no estado. O evento de lançamento aconteceu na Vila Olímpica Parahyba, em João Pessoa, e na oportunidade foi divulgado que o investimento total vai ser de R$ 7 milhões.

A partir de agora, o novo programa vai ser dividido em duas frentes. O Paraíba Esporte Total vai substituir o Gol de Placa e o Bolsa Esporte vai substituir o Bolsa Atleta.

Com relação ao Paraíba Esporte Total, o investimento desta ala do programa vai ser de R$ 4,2 milhões. A grande novidade, no entanto, é que ele deixará de ser destinado exclusivamente ao futebol profissional.

Os clubes profissionais que jogam a primeira divisão do Campeonato Paraibano e demais competições nacionais vão continuar recebendo suas parcelas de verba, proporcional às participações de cada um. A diferença agora é que times de outros esportes, que se destaquem nacionalmente, também poderão receber verbas públicas.

Essa mudança pode beneficiar times como o João Pessoa Espectros, que é bicampeão brasileiro de futebol americano; e o Basquete Unifacisa, que participa atualmente do NBB, a elite do basquete nacional.

“Na hora que uma equipe, de qualquer esporte, se destacar nacionalmente, a gente terá a possibilidade de atendê-la através de um programa oficial e regular”, explicou o governador.

Já com relação ao Bolsa Esporte, ele vai responder por cerca de R$ 2,8 milhões. Serão bolsas mensais para atletas e paratletas paraibanos, que terão duração de doze meses, mas que poderão ser renovadas a cada ano.

Recordista mundial, paratleta Petrúcio Ferreira participou do evento — Foto: Expedito Madruga

Recordista mundial, paratleta Petrúcio Ferreira participou do evento — Foto: Expedito Madruga

Neste caso, serão concedidas bolsas para atletas de todos os níveis esportivos, com os valores mudando a depender das marcas conquistadas pelos atletas: internacionais, nacionais e estudantis. Os valores de cada uma das bolsas ainda não foram divulgados.

Outras Notícias

Tribunal de Contas aponta prejuízo do Estado com organizações sociais
16/07/2019 13:49
Cidades

Tribunal de Contas aponta prejuízo do Estado com organizações sociais

O Tribunal de Contas do Estado detectou um prejuízo de 20 milhões com excessos de gastos e despesas não comprovadas na relação poder público e organizações sociais (OS’s) na Paraíba.

Leia mais
Cinco empresários presos na segunda fase da Operação Famintos são liberados
27/08/2019 11:06
Cidades

Cinco empresários presos na segunda fase da Operação Famintos são liberados

Todos os que já foram liberados haviam sido alvos de mandados de prisão temporária. Eles foram presos ainda na última quinta-feira durante a deflagração da Operação Famintos.

Leia mais

Comentários