AMOR

Homem se declara em rede social para mulher que tirou seio por causa do câncer de mama, na PB

Declaração foi publicada em uma rede social e viralizou na internet. Em menos de 15 dias, a história de superação e amor do casal já havia sido compartilhada por 128 mil perfis.

Homem se declara em rede social para mulher que tirou seio por causa do câncer de mama, na PB

A história de amor e superação de um casal que mora em Araruna, cidade do Agreste da Paraíba, viralizou em uma rede social no início de outubro. Valberto Faustino da Silva, de 22 anos, se declarou para a companheira dele, Joelma Santos Silva, de 43 anos, que precisou tirar um seio, após ser diagnosticada com câncer de mama.

Joelma, que trabalha como coveira, descobriu a doença há cerca de três anos, enquanto fazia exames de rotina. Ela se relacionava com o companheiro, que é cortador de cana-de-açúcar, há pouco mais de um ano. Ao descobrir a doença, ela conta que fez questão de isentar o rapaz de qualquer compromisso, mas foi surpreendida por ele.

 

“Cheguei para ele e disse que ele não era obrigado a ficar comigo. Disse que ia ficar feia e que meu cabelo ia cair. Ele disse 'amor, a gente tá junto até o final, a gente vai lutar junto. Se você ficar careca, eu raspo a minha cabeça também'. Ele me surpreendeu”, confessou.

 

Eles permaneceram juntos e garantem que o amor não só vence qualquer obstáculo, mas também cura. Valberto não poupa carinho e elogios quando fala da amada. “Eu quis mostrar o meu sentimento para ela, nesse mês tão importante de conscientização do câncer de mama”, explicou. Em uma rede social, ele abriu o coração para ela e conquistou milhares de admiradores.

 

“Lembra quando você descobriu a doença, chegou pra mim e falou que eu não estava obrigado a ficar com você e que podia ir viver minha vida? Simplesmente respondi que estou com você até o fim, vamos lutar juntos. E vencemos, graças a Deus. Hoje eu visto rosa em sua homenagem, meu amor e a todas as mulheres guerreiras”, disse ele na publicação.

 

Em pouco tempo a publicação viralizou na internet. Em menos de 15 dias, a mensagem com a foto do casal recebeu mais de 86 mil curtidas, foi compartilhas por mais de 128 mil perfis e comentada mais de sete mil vezes.

Nenhum dos dois esperava a repercussão que o post alcançou. Para o casal, o companheirismo e o cuidado devem ser a base de qualquer relacionamento. “Ele me apoiou desde o início. Desde então, estamos vivendo e lutando para vencer”, reforçou Joelma.

Joelma confessou que gostaria que todas as mulheres que passam pelo momento tivessem a mesma rede de apoio. “Não desistam. Deus é maior do que qualquer problema. Companheiros, não abandonem suas esposas. Elas precisam de ajuda”, reforçou.

Joelma descobriu que tinha câncer de mama há cerca de três anos — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/Arquivo pessoal

Joelma descobriu que tinha câncer de mama há cerca de três anos — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/Arquivo pessoal

Joelma descobriu que tinha câncer de mama há cerca de três anos — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/Arquivo pessoal

 

Diagnóstico do câncer de mama sem desanimar

Joelma descobriu que tinha câncer de mama há cerca de três anos, enquanto fazia consultas de rotina. O único sintoma que chamava a atenção dela era um líquido transparente que saía do seio direito.

Uma mamografia apontou a possibilidade de uma notícia difícil de receber. Depois de fazer uma biópsia, o câncer foi confirmado, mas a paraibana recebeu o resultado dos exames sem desanimar. “Eu lembro como hoje. A médica olhou com ar de riso e disse 'então Joelma, não é que deu câncer'. Foi? Então vamos cuidar”, revelou com firmeza.

Em 2016, ela fez a primeira cirurgia para corrigir o problema do líquido. Já em 2017, precisou fazer uma mastectomia, que é a retirada do seio com o tumor. A autoestima dela não foi afetada em nenhum instante. A equipe médica se preocupou com a reação dela quando visse que estava sem um seio, mas isso ela tirou de letra.

Se eu disser que tive [problemas de autoestima], eu estaria mentindo. Os médicos queriam fazer a reconstrução. O medo era que quando eu me olhasse, entrasse em depressão. Mas eu me olho, vejo que falta um pedaço de mim, mas minha vida continuou normalmente”, explicou. Força, fé e coragem são palavras que fazem parte do vocabulário diário dela.

 

“Por incrível que pareça, eu tive um Deus que me sustentou pra eu não fraquejar em nenhum momento. Meus filhos e minha também. Eu olhava para eles e sabia que precisava ser mais forte do que eles. Eles foram tudo pra mim e estão sendo até hoje”, ressaltou.

 

Joelma considera que a maior parte das batalhas na luta contra o câncer já foram vencidas. Após fazer a mastectomia, ela não precisou passar por outros tratamentos intensivos. Ela segue apenas um protocolo de tomar remédios diariamente e passa por consultas de manutenção a cada três meses.

Joelma resolveu fazer ensaio fotográfico caseiro para comemorar o avanço no tratamento — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/Arquivo pessoal

Joelma resolveu fazer ensaio fotográfico caseiro para comemorar o avanço no tratamento — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/Arquivo pessoal

Joelma resolveu fazer ensaio fotográfico caseiro para comemorar o avanço no tratamento — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/Arquivo pessoal

 

Ensaio fotográfico para comemorar avanço no tratamento

Joelma imaginou toda a produção para as fotos que gostaria de tirar. Para realizar o desejo de modelar e fortalecer outras mulheres diagnosticadas com câncer de mama, ela pediu a ajuda da filha. Joeliane Santos Bonifácio Viana, de 24 anos, é maquiadora. Ela maquiou a mãe com tons de rosa e montou um estúdio fotográfico dentro da casa dela.

A filha e todas as outras pessoas que souberam da vontade de Joelma acharam que ela não teria coragem de ser fotografada com os seios à mostra. Quando o resultado das fotos saiu, todos ficaram inspirados pelo exemplo de empoderamento feminino que ela deu.

 

Casal teve medo de enfrentar preconceito

 

Joelma sente orgulho do companheiro, que mesmo tendo quase metade da idade dela, demonstrou ser maduro. Ela contou que ele é amigo de um dos filhos dela e que foi através dele, que eles se conheceram.

 

“Ele começou a frequentar a minha casa e depois passou a me olhar com outros olhos. Eu tive medo porque ele é 21 anos mais novo do que eu. Meus filhos aceitaram bem a relação. Disseram que se importam apenas com que ele me faça bem e feliz”, contou.

 

Joelma sente orgulho do companheiro, que mesmo tendo quase metade da idade dela, demonstrou que tem maturidade — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/ Arquivo pessoal

Joelma sente orgulho do companheiro, que mesmo tendo quase metade da idade dela, demonstrou que tem maturidade — Foto: Joeliane dos Santos Bonifácio Viana/ Arquivo pessoal

 

Casal convive com a saudade

Atualmente Valberto e Joelma são separados pela saudade. Há pouco mais de um mês ele conseguiu um emprego como cortador de cana-de-açúcar, em um engenho, localizado em Cruz do Espírito Santo, na Mata paraibana. Por causa do trabalho, o casal só se encontra a cada 15 dias.

No local, quase não há sinal de telefonia. Mas Valberto não coloca desculpas, ele vai para propriedades vizinhas para revigorar o dia da parceira com um “eu te amo”.

Valberto apoiou Joelma desde a descoberta do câncer de mama — Foto: Joelma dos Santos Silva/ Arquivo pessoal

Valberto apoiou Joelma desde a descoberta do câncer de mama — Foto: Joelma dos Santos Silva/ Arquivo pessoal

 

Médica alerta sobre prevenção do câncer de mama

A cirurgiã Elizabeth Cavalcanti de Menezes explicou que o câncer de mama é resultado da multiplicação de células anormais da mama, que formam tumores. Segundo ela, a maioria dos casos apresentam uma boa resposta ao tratamento, principalmente quando são diagnosticados e tratados desde o início.

A médica explicou que a doença não possui apenas uma única causa, mas acontece por causa de alguns fatores como idade, hábitos cotidianos, gênero, questões hormonais e histórico familiar de câncer de mama na família. Esses elementos são alguns dos sinais de alerta para as mulheres.

"O câncer de mama não costuma apresentar sintomas no início. O sinal mais comum é o aparecimento de um nódulo, geralmente indolor. Outros sinais são o avermelhamento da pele da mama, alterações nos mamilos e a saída de líquidos dos seios", explicou.

De acordo com a cirurgiã, para diminuir os riscos de desenvolver a doença, é necessário manter o peso corporal adequado, praticar atividades físicas e evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro.

As consultas de rotina também têm um papel fundamental na prevenção do câncer de mama. O autoexame também é um elemento preventivo, mas não substitui a visita ao médico especialista.

Outras Notícias

Desabamento de escola na Nigéria mata ao menos 8 crianças
14/03/2019 12:53
Mundo

Desabamento de escola na Nigéria mata ao menos 8 crianças

Segundo as autoridades, pelo menos 100 alunos estavam no local

Leia mais
Após derrotas, Rodrigo Faro deixa de seguir Eliana nas redes sociais
21/05/2019 17:07
Entretenimento

Após derrotas, Rodrigo Faro deixa de seguir Eliana nas redes sociais

O programa de Eliana no SBT vem conquistando boa audiência!

Leia mais

Comentários