Campanha da PMJP

Jogadores do Botafogo e Perilima entram em campo neste sábado pedindo o fim da violência contra a mulher

As torcidas do Botafogo e Perilima verão um fato inédito neste sábado (12), durante a abertura do Campeonato Paraibano, no Estádio Almeidão. Jogadores dos dois times entrarão em campo conduzindo faixas com frases chamando a atenção para o fim da violência contra a mulher. O ato faz parte da Campanha ‘Laço Branco – Homens Unidos pelo Fim da Violência Contra a Mulher’, deflagrada no dia 6 de dezembro do ano passado, pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM).

Jogadores do Botafogo e Perilima entram em campo neste sábado pedindo o fim da violência contra a mulher
Reprodução

As torcidas do Botafogo e Perilima verão um fato inédito neste sábado (12), durante a abertura do Campeonato Paraibano, no Estádio Almeidão. Jogadores dos dois times entrarão em campo conduzindo faixas com frases chamando a atenção para o fim da violência contra a mulher. O ato faz parte da Campanha ‘Laço Branco – Homens Unidos pelo Fim da Violência Contra a Mulher’, deflagrada no dia 6 de dezembro do ano passado, pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM).

A iniciativa conta com a parceria da Confederação Paraibana de Esportes e direções dos times de futebol. A secretária Adriana Urquisa, da SEPPM, explica que a iniciativa de levar as faixas para o campo surgiu a partir do lançamento da Campanha. “A idéia é tratar a questão da violência contra a mulher também por meio do viés do esporte, que transforma vidas e ainda tem um público predominantemente masculino”, afirmou.

Ela avalia que a partir do momento em que os jogadores entram com a faixa da campanha, são os próprios homens que chamam a atenção para o problema.  “Dessa forma, sensibilizando para que outros homens também se engajem nessa luta, mostrando assim que a construção de uma sociedade igualitária e democrática deve ser feita por todos e todas”, enfatiza Adriana Urquisa.

A ação deste sábado, no Estádio Almeidão, continua os trabalhos da Campanha Laço Branco no exercício 2019. “A qual estenderemos durante todo o ano com a adesão de novas instituições. Começando com os times de futebol paraibano, que estarão participando do campeonato paraibano esse ano”, informa.

Campanha Laço Branco – A campanha iniciou no dia 06 de dezembro de 2018, no Parque da Lagoa. A SEPPM realizou a abertura do evento com homens da gestão, com a parceria dos secretários que aderiram à iniciativa. O objetivo da campanha é sensibilizar e mobilizar os homens sobre a violência contra a mulher.

A idéia central da organização é a conscientização dos homens para que não pratiquem e não se omitam diante de uma violência, construindo relações familiares em uma cultura de paz, diálogo e convivência harmoniosa.

Na ocasião, A SEPPM também aproveita para divulgar os serviços de enfrentamento à violência contra a mulher em João Pessoa, a exemplo do Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra (0800-283-3883) e a Central Nacional de Atendimento à Mulher – Ligue 180.

Tags:

Outras Notícias

Menino de 4 anos acusa pai e madrasta de queimarem sua cabeça com ferro de passar
13/01/2019 09:30
Cidades

Menino de 4 anos acusa pai e madrasta de queimarem sua cabeça com ferro de passar

Um menino de 4 anos foi encontrado dentro do carro do pai e da madrasta com vários ferimentos de queimadura na cabeça e no rosto em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Os machucados são tão...

Leia mais
Mulher é baleada por não aceitar se relacionar com agressor
12/01/2019 13:40
Cidades

Mulher é baleada por não aceitar se relacionar com agressor

Uma mulher de 34 anos foi baleada da manhã deste sábado (12) na cidade de Bom Jesus, no Sertão paraibano. De acordo com a Polícia Militar (PM) o motivo da tentativa de homicídio foi a recusa da...

Leia mais

Comentários