POLÍCIA

Mãe suspeita de deixar filho se afogar é levada para complexo psiquiátrico em João Pessoa

Decisão foi tomada durante audiência de custódia realizada no Fórum de Mari. Jovem diz que não viu quando o menino caiu na água.

Mãe suspeita de deixar filho se afogar é levada para complexo psiquiátrico em João Pessoa
Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Foi encaminhada para o Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, em João Pessoa, a mulher que foi presa suspeita de negligência diante do afogamento do próprio filho. O caso aconteceu na cidade de Mari, no último fim de semana. O menino de 3 anos morreu afogado na piscina de um clube.

A decisão de encaminhar Maria Andreza Pereira Barbosa ao Juliano Moreira foi tomada pela Justiça da Paraíba, durante uma audiência de custódia, no fórum da cidade de Mari. A unidade atende pessoas que são presas e apresentam ou possuem problemas mentais.

Em entrevista, na carceragem da delegacia de Mari, Maria Andreza Pereira Barbosa negou ter deixado o filho se afogar. “Ele tava brincando com o monte de crianças. Sem querer eu tirei a vista dele. Aí ele pegou e foi... Quando eu olhei eu disse: corre que o menino caiu”.

A mulher foi detida desde a manhã da segunda-feira (8). De acordo com o delegado de Polícia Civil Francisco de Assis Araújo, responsável pelo caso, a mãe presenciou o afogamento do filho e não fez nada para socorrer a criança. A mulher, de 21 anos, foi presa por homicídio culposo - quando não se tem intenção de matar - e negligência.

Segundo o delegado, o caso aconteceu por volta das 17h. “Ao final de um torneio de futebol, que estava acontecendo nesse clube, a mãe chegou com a criança e ficou perto da piscina. Ela presenciou o afogamento do filho e não entrou na piscina, nem pediu ajuda de ninguém”, relatou.

Conforme o delegado, a criança foi socorrida após o irmão, de 9 anos, ver a situação e pedir socorro a um policial que estava no local. “A mãe estava o tempo todo ao lado da piscina. Mas foi um policial que entrou no local pra tirar a criança após pedido de socorro do irmão dela”, disse.

O menino de 3 anos foi socorrido e levado para um hospital da cidade, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde. Ainda de acordo com o delegado, pelas circunstâncias e pelo depoimento da mãe prestado ainda na tarde do domingo, a polícia investiga se a mulher teria empurrado a criança dentro da piscina.

Outras Notícias

Mais de 100 cidades da Paraíba estão em alerta para chuvas intensas, informa Inmet
24/12/2018 15:15
Cidades

Mais de 100 cidades da Paraíba estão em alerta para chuvas intensas, informa Inmet

Mais de 100 cidades da Paraíba estão em alerta para chuvas intensas. O alerta foi emitido nesta segunda-feira, (24), pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e de acordo com o órgão, 117...

Leia mais
Homem é preso acusado de praticar golpes de R$ 2 milhões na venda de veículos
10/07/2019 19:49
Cidades

Homem é preso acusado de praticar golpes de R$ 2 milhões na venda de veículos

Em uma ação conjunta, policiais civis da Paraíba e do Rio Grande do Norte prenderam, na madrugada desta quarta-feira (10), um homem suspeito de aplicar golpes em João Pessoa que superam a quantia...

Leia mais

Comentários