CAPES

Mais de 300 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado são congeladas pela Capes, na PB

Congelamento foi feito em cursos que receberam duas avaliações consecutivas com nota três, na UFPB, UFCG e UEPB. Veja lista de áreas que foram afetadas.

Mais de 300 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado são congeladas pela Capes, na PB
Foto: Reprodução

As instituições públicas de ensino superior na Paraíba tiveram, ao todo, 338 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado congeladas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes), conforme dados fornecidos ao G1, nesta quarta-feira (5). O bloqueio de, em média, 70% foi anunciado na terça-feira (4) e atingiu, no estado, as universidades Federal da Paraíba (UFPB), Federal de Campina Grande e Estadual da Paraíba (UFCG).

De acordo com a Capes, o corte de 2,7 mil bolsas foi aplicado em cursos que receberam duas avaliações consecutivas com nota 3. No entanto, não afeta aqueles que já recebem o benefício, apenas as bolsas que ainda seriam concedidas, para novas entradas nos programas.

Os dados apontam que, na Paraíba, deixarão de ser concedidas 260 bolsas de mestrado, 73 de doutorado e 5 de pós-doutorado. Veja abaixo as áreas que serão afetadas em cada universidade, com um percentual de congelamento, em cada curso, que varia de 50% a 70%.

 

UFPB

Na Universidade Federal da Paraíba, foram bloqueadas 120 bolsas de mestrado, 12 de doutorado e três de pós-doutorado, conforme a Capes. Para a pró-reitora de pós-graduação da instituição Maria Luiza Pereira, embora o impacto não seja imediato, a médio prazo isso pode resultar na redução da procura pelo curso e no consequente encerramento do programa, uma vez que não conseguirá atingir as metas.

Bolsas congeladas e concedidas pela Capes na UFPB

Considerando os campi de João Pessoa e Areia, no bloqueio de junho de 2019

Congeladas: 135Continuarão sendo concedidas: 66

Congeladas
Nº de bolsas 135

Fonte: Capes

Dados fornecidos pela UFPB sobre os bloqueios divergem dos da Capes e há diferenças nas informações que constam em cada sistema. Maria Luiza explicou que os números foram calculados pela Pró-Reitoria, tendo em vista um o percentual estabelecido de 70% e um arredondamento da quantidade para cima, quando o resultado não fosse um número inteiro. Nesta reportagem, estão expostos os dados da Capes.

Mestrado

 

  • Engenharia Mecânica: tinha 20 bolsas, 14 foram congeladas, serão concedidas 6;
  • História: tinha 27 bolsas, 18 foram congeladas, serão concedidas 9;
  • Comunicação e culturas midiáticas: tinha 25 bolsas, 17 foram congeladas, serão concedidas 8;
  • Filosofia: tinha 24 bolsas, 16 foram congeladas, serão concedidas 8;
  • Biologia celular e molecular: tinha 22 bolsas, 15 foram congeladas, serão concedidas 7;
  • Serviço social: tinha 22 bolsas disponíveis, 15 foram congeladas, serão concedidas 7 ;
  • Tecnologia agroalimentar: tinha 18 bolsas, 12 foram congeladas, serão concedidas 6;
  • Ciência do solo: tinha 13 bolsas, 9 foram congeladas, serão concedidas 4;
  • Artes visuais: tinha 7 bolsas, 4 foram congeladas, serão concedidas 3.

 

Doutorado

  • Engenharia Mecânica: tinha 18 bolsas, 12 foram congeladas, serão concedidas 6.

Pós-doutorado

  • Ciência do solo: tinha três bolsas, duas foram congeladas, uma será concedida;
  • Engenharia elétrica: tinha duas bolsas, uma será congelada, uma será concedida.

 

UFCG

Foram bloqueadas 122 bolsas de mestrado, 61 de doutorado e duas de pós-doutorado na Universidade Federal de Campina Grande, segundo os dados da Capes.

O pró-reitor de pós-graduação da instituição informou que o impacto dos congelamentos só poderá ser analisado ao longo do tempo, por se tratar de bolsas que, ao ficarem disponíveis, não poderão ser aplicadas novamente.

Bolsas congeladas e concedidas pela Capes na UFCG

Bloqueio de junho de 2019

Congeladas: 185Continuarão sendo concedidas: 84

Congeladas
Nº de bolsas 185

Fonte: Capes

Mestrado

  • Engenharia química: tinha 26 bolsas, 18 foram congeladas, serão concedidas 8;
  • História: tinha 52 bolsas, 36 foram congeladas, serão concedidas 16 bolsas;
  • Física: tinha 39 bolsas, 27 foram congeladas, serão concedidas 12;
  • Ciência animal: tinha 23 bolsas, 16 foram congeladas, serão concedidas 7;
  • Engenharia mecânica: tinha 19 bolsas, 13 foram congeladas, serão concedidas 6;
  • Ciências florestais: tinha 18 bolsas, 12 foram congeladas, serão concedidas 6.

Doutorado

  • Engenharia química: tinha 45 bolsas, 31 foram bloqueadas, serão concedidas 14;
  • Engenharia de processos: tinha 43 bolsas, 30 foram bloqueadas, serão concedidas 13.

Pós-doutorado

  • Engenharia de processos: tinha duas bolsas, uma foi congelada, será concedida uma;
  • Física: tinha duas bolsas, uma foi congelada, será concedida uma;

UEPB

A Universidade Estadual da Paraíba teve 18 bolsas de mestrado bloqueadas, de acordo com os dados da Capes. O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da UEPB, mas, até as 19h desta quarta-feira (5), não recebeu uma resposta.

Mestrado

  • Desenvolvimento regional: tinha 15 bolsas, 10 foram congeladas, serão concedidas 5;
  • Saúde pública: tinha 12 bolsas, 8 foram congeladas, serão concedidas 4.

Bolsas congeladas e concedidas pela Capes na UEPB

Bloqueio de junho de 2019

 

Outras Notícias

Decisão cautelar suspende licitação de R$ 2 milhões para locar veículos do transporte escolar em Sousa
12/04/2019 21:08
Cidades

Decisão cautelar suspende licitação de R$ 2 milhões para locar veículos do transporte escolar em Sousa

A licitação tem um valor total estimado de R$ 2,4 milhões (R$ 2.440.379,00).

Leia mais
Após post polêmico, Fátima Bernardes sai em defesa do namorado
22/01/2019 18:00
Entretenimento

Após post polêmico, Fátima Bernardes sai em defesa do namorado

Fátima Bernardes parece não ter gostado da polêmica envolvendo seu namorado, Túlio Gadêlha, por conta de um post nas redes sociais, quando a cantora Maria Gadú acusou o rapaz de machismo.

Leia mais

Comentários