CALVÁRIO

MP cumpre mandado de busca e apreensão contra secretária de administração da Paraíba

Outras nove pessoas também são alvos de mandados de busca e apreensão. Ação faz parte da terceira fase da Operação Calvário.

MP cumpre mandado de busca e apreensão contra secretária de administração da Paraíba
Danilo Alves/TV Cabo Branco

O Ministério Público da Paraíba, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), cumpre mandado de busca e apreensão contra a secretária de administração da Paraíba, Livânia Farias, na terceira fase da Operação Calvário. Outras nove pessoas também são alvo de mandados de busca e apreensão em João Pessoa, Sousa e no Rio de Janeiro.

G1 tentou contato com a defesa da secretária Livânia Farias, mas as ligações não foram atendidas.

A Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e a Improbidade Administrativa (CCRIMP) também participa da ação. A Operação Calvário, que apura desvio de dinheiro público repassado à Cruz Vermelha e ao Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP), organizações sociais que administram hospitais da Paraíba

O objetivo dessa fase da Operação Calvário é cumprir mandados de busca e apreensão contra Livânia Maria da Silva Farias e outras dez pessoas, entre elas, o marido de Livânia, Elvis Rodrigues Farias, e o vice-presidente da Câmara Municipal de Sousa, Carlos Pereira Leite Júnior, conhecido como Koloral Júnior. A decisão foi do desembargador do Tribunal de Justiça Ricardo Vital de Almeida, presidente da Câmara Criminal.

De acordo com o vereador Koloral Júnior, ele está tranquilo com a investigação. Foi necessário solicitar a presença de um chaveiro apra abrir a residência dele, porque ele não ouviu os chamados do Gaeco. "Eu sei da verdade, eu sei o que eu faço, eu sei o que a minha família faz e isso jamais vai ofuscar a gente, quem me conhece sabe que sou um cidadão de bem", declarou.

A operação investiga uma organização criminosa que seria comandada por Daniel Gomes da Silva, responsável por desvios de recursos público, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, por meio de contratos firmados juntos às unidades de saúde da Paraíba, na ordem de R$ 1,1 bilhão.

De acordo com o Ministério Público todos os mandados já foram cumpridos pelo Gaeco, com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do Ministério Público do Rio de Janeiro. Foram recolhidos documentos, celulares e outros documentos para que sejam analisados com mais cautela em João Pessoa, na sede do Ministério Público.

 

Alvos dos mandados de busca e apreensão

  1. Livânia Maria da Silva Farias - secretária de administração do Estado
  2. Elvis Rodrigues Farias - esposo de Livânia Farias
  3. Haroldo Rivelino da Silva - irmão de Livânia Farias
  4. Haller Renut da Silva - irmão de Livânia Farias
  5. Gabriella Isabel da Silva Leite - sobrinha de Livânia Farias
  6. Lucas Winnicius da Silva Leite - sobrinho de Livânia Farias
  7. Carlos Pereira Júnior (Kolorau Júnior) - sobrinho de Livânia Farias e vice-presidente da Câmara Municipal de Sousa
  8. Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro - servidora pública e esposa de Josildo
  9. Josildo de Almeida Carneiro - agente condutor de veículos
  10. Saulo Pereira Fernandes
  11. Keydson Samuel de Sousa Santiago - dirigente do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa

 

Outras Notícias

Procon-PB alerta consumidor sobre promoções do comércio neste começo de ano
11/01/2019 08:00
Cidades

Procon-PB alerta consumidor sobre promoções do comércio neste começo de ano

No começo de ano é comum os estabelecimentos comerciais e shoppings prometerem descontos e facilidades no parcelamento com o objetivo de tentar esgotar os estoques de final de ano. Ficar atento aos...

Leia mais
Botafogo-PB vence o Altos, do Piauí, e assume liderança de grupo na Copa do Nordeste
16/03/2019 19:02
Esporte

Botafogo-PB vence o Altos, do Piauí, e assume liderança de grupo na Copa do Nordeste

Com o placar de 2 a 0, o Botafogo-PB avançou, pelo menos temporariamente, para a primeira posição no Grupo B, conquistando 14 pontos na tabela.

Leia mais

Comentários