CALVÁRIO

MP cumpre mandado de busca e apreensão contra secretária de administração da Paraíba

Outras nove pessoas também são alvos de mandados de busca e apreensão. Ação faz parte da terceira fase da Operação Calvário.

MP cumpre mandado de busca e apreensão contra secretária de administração da Paraíba
Danilo Alves/TV Cabo Branco

O Ministério Público da Paraíba, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), cumpre mandado de busca e apreensão contra a secretária de administração da Paraíba, Livânia Farias, na terceira fase da Operação Calvário. Outras nove pessoas também são alvo de mandados de busca e apreensão em João Pessoa, Sousa e no Rio de Janeiro.

G1 tentou contato com a defesa da secretária Livânia Farias, mas as ligações não foram atendidas.

A Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e a Improbidade Administrativa (CCRIMP) também participa da ação. A Operação Calvário, que apura desvio de dinheiro público repassado à Cruz Vermelha e ao Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP), organizações sociais que administram hospitais da Paraíba

O objetivo dessa fase da Operação Calvário é cumprir mandados de busca e apreensão contra Livânia Maria da Silva Farias e outras dez pessoas, entre elas, o marido de Livânia, Elvis Rodrigues Farias, e o vice-presidente da Câmara Municipal de Sousa, Carlos Pereira Leite Júnior, conhecido como Koloral Júnior. A decisão foi do desembargador do Tribunal de Justiça Ricardo Vital de Almeida, presidente da Câmara Criminal.

De acordo com o vereador Koloral Júnior, ele está tranquilo com a investigação. Foi necessário solicitar a presença de um chaveiro apra abrir a residência dele, porque ele não ouviu os chamados do Gaeco. "Eu sei da verdade, eu sei o que eu faço, eu sei o que a minha família faz e isso jamais vai ofuscar a gente, quem me conhece sabe que sou um cidadão de bem", declarou.

A operação investiga uma organização criminosa que seria comandada por Daniel Gomes da Silva, responsável por desvios de recursos público, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, por meio de contratos firmados juntos às unidades de saúde da Paraíba, na ordem de R$ 1,1 bilhão.

De acordo com o Ministério Público todos os mandados já foram cumpridos pelo Gaeco, com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do Ministério Público do Rio de Janeiro. Foram recolhidos documentos, celulares e outros documentos para que sejam analisados com mais cautela em João Pessoa, na sede do Ministério Público.

 

Alvos dos mandados de busca e apreensão

  1. Livânia Maria da Silva Farias - secretária de administração do Estado
  2. Elvis Rodrigues Farias - esposo de Livânia Farias
  3. Haroldo Rivelino da Silva - irmão de Livânia Farias
  4. Haller Renut da Silva - irmão de Livânia Farias
  5. Gabriella Isabel da Silva Leite - sobrinha de Livânia Farias
  6. Lucas Winnicius da Silva Leite - sobrinho de Livânia Farias
  7. Carlos Pereira Júnior (Kolorau Júnior) - sobrinho de Livânia Farias e vice-presidente da Câmara Municipal de Sousa
  8. Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro - servidora pública e esposa de Josildo
  9. Josildo de Almeida Carneiro - agente condutor de veículos
  10. Saulo Pereira Fernandes
  11. Keydson Samuel de Sousa Santiago - dirigente do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa

 

Outras Notícias

Parque da Lagoa terá apresentação musical e sessão de cinema neste domingo
20/01/2019 07:00
Entretenimento

Parque da Lagoa terá apresentação musical e sessão de cinema neste domingo

O Parque da Lagoa recebe duas atrações voltadas para o público infantil neste domingo (20). Às 15h uma atração musical protagonizada pela ‘Fada Magrinha’. Na sequência, às 16h, haverá uma sessão...

Leia mais
De olho na PMCG, Ludgério descarta deixar PSD e anuncia apoio do PR
17/05/2019 10:06
Política

De olho na PMCG, Ludgério descarta deixar PSD e anuncia apoio do PR

Prestes a filiação do prefeito Romero Rodrigues ao PSD, o deputado estadual Manoel Ludgério, ratificou a sua pretensão de disputar a Prefeitura de Campina Grande em  2020.

Leia mais

Comentários