ABUSO

Número de veículos flagrados por excesso de velocidade, na PB, aumenta 333% sem radares fixos

Dados são referentes ao período de carnaval e foram avaliados nos anos de 2018 e 2019.

Número de veículos flagrados por excesso de velocidade, na PB, aumenta 333% sem radares fixos

Houve um aumento de 333% no número de veículo flagrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em excesso de velocidade, na Paraíba, no período do carnaval. Os dados analisados fazem referências aos anos de 2018 e 2019. No ano passado, foram 712 veículos flagrados pelo órgão. Em 2019, com a ausência das lombadas eletrônicas, o número subiu para 3.027, com relação ao mesmo período de 2018.

As lombadas eletrônicas que serão substituídas na Paraíba por empresa contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) devem ser instaladas até julho. Reiner Pierre, diretor do Dnit, informou que as substituições começaram no fim de janeiro e são a prioridade para conclusão das instalações. Outros locais devem receber novos radares, mas serão instalados conforme a demanda.

Os radares foram retirados porque terminou o contrato com a empresa responsável. Mas o Dnit informou que as substituições já acontecem desde janeiro. O número de lombadas eletrônicas nas rodovias federais da Paraíba vai aumentar de 70 para 186. De acordo com o Dnit, apesar do aumento dos pontos de fiscalização, todos os equipamentos de redutor de velocidade vão ser trocados nas rodovias paraibanas.

Usando radares portáteis, a PRF tem intensificado as fiscalizações nas rodovias da Paraíba, desde o mês de janeiro. O aparelho funciona quase da mesma forma: registra a imagem do veículo e a velocidade que ele segue.

DNIT afirma que lombadas eletrônicas serão instaladas na Paraíba

 

Outras Notícias

Morre o ator Caio Junqueira, uma semana após acidente de carro
Comunicação da Câmara ganha nova redação e amplia produção de conteúdo
16/04/2019 13:11
Política

Comunicação da Câmara ganha nova redação e amplia produção de conteúdo

A integração das redações facilita a troca de informações e impulsiona a produção.

Leia mais

Comentários