PRÉ SAL

Paraíba perde R$ 161 milhões de repasses do leilão do pré-sal

Expectativa era de que governadores e prefeitos recebessem até o final do ano R$ 22 bilhões com o bônus pago pelas empresas. Montante será de R$ 10,6 bilhões.

Paraíba perde R$ 161 milhões de repasses do leilão do pré-sal

Com o fracasso do leilão do pré-sal, o repasse que seria feito para à Paraíba caiu para R$ 151,2 milhões. Os recursos destinados à Paraíba com o repasse do megaleilão de petróleo, realizado pela União, nesta quarta-feira (6) tinha a estimativa de arrecadar R$ 312 milhões, mas o valor diminuiu mais da metade.

Com dois blocos "encalhados", a cessão onerosa do pré-sal diminuiu aproximadamente pela metade os recursos que deverão ser recebidos por estados e municípios como parte da operação.

A expectativa era que o leilão, no total, arrecadasse R$ 106,6 bilhões com os bônus de assinatura dos quatro blocos oferecidos. Mas, sem interessados nas áreas de Atapu e Sépia, a arrecadação ficou em R$ 69,96 bilhões.

Em entrevista ao Portal ClickPB, o secretário da Receita do Governo da Paraíba, Marialvo Laureano, já tinha revelado que a entrada desse recurso será usada para amenizar o déficit previdenciário local, que gira em torno de 1,5 bilhão.

A lei determina que esse dinheiro tem de ser usado primordialmente para pagar dívidas previdenciárias. Em caso de sobrar algum valor após o cumprimento dessa obrigação, o excedente só pode servir a investimentos.

Outras Notícias

Bandidos rendem vigilante e arrombam agência bancária em JP
29/03/2019 10:31
Cidades

Bandidos rendem vigilante e arrombam agência bancária em JP

Uma agência bancária na Avenida Epitácio Pessoa, em João Pessoa, foi arrombada na madrugada desta sexta-feira.

Leia mais
Com um público de mais de mil pessoas a realização da XII Competição de Canoas é sucesso em Bayeux
29/07/2019 19:26
Política

Com um público de mais de mil pessoas a realização da XII Competição de Canoas é sucesso em Bayeux

Todos os anos as águas do Rio Sanhauá torna-se palco da tradicional Competição de Canoas.

Leia mais

Comentários