POLÍCIA

Polícia prende grupo suspeito de aterrorizar comunidade na capit

Em menos de 24 horas, a Polícia Militar localizou e deteve o grupo suspeito de homicídio e que aterrorizou a região do Vale das Palmeiras.

Polícia prende grupo suspeito de aterrorizar comunidade na capit

Em menos de 24 horas, a Polícia Militar localizou e deteve o grupo suspeito de homicídio e que aterrorizou a região do Vale das Palmeiras, no bairro do Cristo Redentor, na noite da última quinta-feira (28), em João Pessoa. A captura dos quatro suspeitos aconteceu na tarde desta sexta-feira (29), nos bairros do Rangel e João Paulo II, e foi realizada pelos policiais do Regimento de Polícia Montada (RPMont), com indicação da Coordenadoria de Inteligência (COInt).

Foram detidos quatro suspeitos, todos maiores de idade, alguns deles com vasta ficha criminal e passagem pela polícia pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas. “Desde o momento do crime, que vitimou um adolescente de 17 anos com arma de fogo, ferindo outras cinco pessoas, sendo duas delas crianças, realizamos diligências, colhemos informações e chegamos ao paradeiro do grupo”, explicou o major Gleidistone Cavalcanti, comandante do RPMont, e que esteve à frente das ações.

As armas e o carro utilizado pelo grupo na ação infratora continuam sendo procurados pela PM. Três dos quatro suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas do Vale das Palmeiras, e também pela proprietária do veículo HB20, usado na noite de quinta-feira, e que foi roubado no último dia 26 em Bayeux.

O grupo foi apresentado na Delegacia de Homicídi

Outras Notícias

Prefeito regulamenta Lei que estabelece medidas de combate à corrupção em JP
01/02/2019 09:30
Política

Prefeito regulamenta Lei que estabelece medidas de combate à corrupção em JP

Aprimorar ainda mais os mecanismos de controle e transparência, dentro da Gestão Municipal e fortalecer medidas anticorrupção. Com esse objetivo, o prefeito Luciano Cartaxo regulamentou, no âmbito...

Leia mais
Adolescente de 14 anos é agredida por não fazer almoço do companheiro, na PB, diz família
16/01/2020 10:27
Cidades

Adolescente de 14 anos é agredida por não fazer almoço do companheiro, na PB, diz família

Casal estava junto há quase 2 anos e tem uma filha de 8 meses.

Leia mais

Comentários