BARREIRA

Projeto de proteção da Barreira de Cabo Branco será levado ao presidente, diz ministro

Segundo ele, o presidente poderá autorizar a liberação de recursos já na próxima semana, o que possibilitará o início da próxima etapa.

Projeto de proteção da Barreira de Cabo Branco será levado ao presidente, diz ministro

Durante reunião em Brasília, no final da tarde desta quarta-feira (6) no Ministério do Desenvolvimento Regional, com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, acompanhado dos deputados federais Ruy Carneiro, Julian Lemos, Aguinaldo Ribeiro, Gervásio Maia, Wilson Santiago e o coordenador da bancada federal, Efraim Filho, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto assegurou que o projeto desenvolvido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para a proteção da Barreira do Cabo Branco será levado ao presidente da República. 

Segundo ele, o presidente poderá autorizar a liberação de recursos já na próxima semana, o que possibilitará o início da próxima etapa.

Após iniciar as obras de drenagem da barreira com recursos próprios e de ter o projeto integralmente aprovado pelo Governo Federal, a mais importante intervenção na região, do ponto de vista histórico, turístico e, principalmente, ambiental, aguarda esta liberação para dar início às obras da segunda fase. Também estiveram presentes a secretária de Planejamento, Daniella Bandeira e o coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, Noé Estrela. 

“Vencemos mais uma etapa deste processo que visa algo fundamental para nossa cidade que é a proteção da falésia do Cabo Branco. E após esta importante reunião, onde pude contar com o apoio de nossos deputados federais, acreditamos que na próxima semana o projeto estará sendo autorizado pelo presidente. Nossa expectativa é de iniciarmos o quanto antes esta nova etapa da obra”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

A primeira etapa que ainda está em execução, consiste na drenagem realizada na parte de cima da barreira e é considerada a principal intervenção na parte continental. O prefeito Luciano Cartaxo resolveu iniciá-la com recursos próprios devido à necessidade de intervenção no local, após mais de 20 anos de discussões e nenhuma medida efetiva de proteção da falésia. Enquanto isso, o projeto elaborado por técnicos da Secretaria de Planejamento foi submetido, desde 2017, à diversas câmaras técnicas de análise dentro da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e aprovado integralmente em sua concepção de engenharia.

Após a drenagem, realizada com o objetivo de disciplinar o escoamento das águas pluviais e reduzir a consequente erosão, o projeto é composto por mais duas etapas. A segunda será o enrocamento, ou seja, a colocação de rochas no sopé da barreira para evitar que o mar atinja e continue provocando sua erosão e a engorda da área de praia. Para esta fase, a Prefeitura já realizou a licitação e contrato. Por último, a terceira fase consiste na construção de gabiões marinhos intercalados com a linha de corais existentes.

Drenagem – A construção da rede de drenagem consiste na implantação de 10 novos trechos de drenagem, que irão integrar a nova rede à já existente no entorno dos bairros Altiplano e Seixas. Essa intervenção disciplina o curso da água das chuvas até a praia, reduzindo o impacto já que o lançamento das águas pluviais vai ocorrer em dois pontos de emissão, que estão sendo reforçados para receber a nova rede nas praias do Seixas e do Cabo Branco. A área total de contribuição da rede de drenagem equivale a 173 hectares. Nos trechos finais da rede de drenagem, as manilhas de 400 de diâmetro foram substituídas por novas manilhas de 1500 de diâmetro, medida que aumentará em quatro vezes o escoamento das águas pluviais.

Outras Notícias

Aeronáutica renova até junho interdição do Aeroclube de JP e fechamento já dura um ano e três meses
01/04/2019 10:43
Cidades

Aeronáutica renova até junho interdição do Aeroclube de JP e fechamento já dura um ano e três meses

A Aeronáutica interditou o Aeroclube desde 05/01/18, desde então as interdições vêm sendo renovadas. Moradores do Berra pretendem provocar a Prefeitura de João Pessoa para construir parque.

Leia mais
Sheyner Asfóra cresce e vai a 31,24% enquanto Paulo Maia vê rejeição disparar
27/11/2018 09:30
Política

Sheyner Asfóra cresce e vai a 31,24% enquanto Paulo Maia vê rejeição disparar

O Candidato da Chapa 2 Nova OAB, Sheyner Asfóra, teve crescimento nas intenções de voto para Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), para as eleições deste ano....

Leia mais

Comentários