GEO

Quarto adolescente suspeito de estupros no Geo segue foragido após quase um mês de buscas

Os supostos sexuais teriam acontecido entre janeiro e maio de 2018, contra três crianças, segundo denúncias encaminhadas à Polícia Civil e ao Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Quarto adolescente suspeito de estupros no Geo segue foragido após quase um mês de buscas
Foto: Reprodução

No dia 8 de março de 2019, três adolescentes foram apreendidos suspeitos de participação de estupros dentro de um banheiro do colégio Geo Tambaú, em João Pessoa. Os supostos sexuais teriam acontecido entre janeiro e maio de 2018, contra três crianças, segundo denúncias encaminhadas à Polícia Civil e ao Ministério Público da Paraíba (MPPB). Contudo, um quarto menor ainda segue foragido e o mandado de busca e apreensão sobre ele está em aberto.

O ClickPB entrou em contato com a superintendente da Polícia Civil em João Pessoa, delegada Roberta Neiva, a qual informou que em todas as tentativas os policiais não encontraram o quarto adolescente nos endereços indicados.

O caso dos supostos estupros no colégio Geo Tambaú vieram à tona no dia 8 de março quando foram apreendidos três dos quatro adolescentes suspeitos dos abusos sexuais. A denúncia inicial foi feita por uma mãe que soube por uma professora que o filho estava indo muito ao banheiro. A educadora enviou comunicado perguntando se o menino, que tinha 8 anos na época, estava com problemas fisiológicos.

Os pais da criança denunciaram o caso à Polícia Civil e, desde maio de 2018, os detalhes do processo correm em segredo de Justiça. Depois, houve a denúncia sobre estupros de mais duas crianças.

Nesta primeira semana do mês de abril foram finalizadas as audiências de instrução do caso, no Fórum da Infância e Juventude de João Pessoa. Foram ouvidas testemunhas de defesa e acusação e as três supostas vítimas. O advogado Aécio Farias, que faz a defesa de dois dos três adolescentes, de 13 e de 17 anos, informou ao ClickPB que os menores negam envolvimento nos abusos sexuais e que as provas contra eles são frágeis. Além disso, ele aponta que o exame sexológico feito na primeira criança, ainda em maio de 2018, teve resultado negativo para indícios de abuso sexual.

Saiba mais

Juiz dará em até 15 dias sentença de adolescentes acusados de estupros no colégio Geo

O processo judicial sobre os três adolescentes já recolhidos ao Centro de Educação do Adolescente (CEA) da Capital está, até esta sexta-feira (5), na fase de alegações finais da defesa e da acusação.

Em menos de 15 dias, o juiz Luiz Augusto Souto Cantalice, do Fórum de Infância e Juventude de João Pessoa dará a sentença sobre os meninos acusados de ato infracional semelhante a estupro, como é tipificada a ação quando tratam-se de menores de idade.

Outras Notícias

ALPB e CMJP debatem erosão da barreira do Cabo Branco nesta quarta
08/05/2019 11:21
Cidades

ALPB e CMJP debatem erosão da barreira do Cabo Branco nesta quarta

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realiza, nesta quarta-feira (8), às 11h, uma Audiência Pública conjunta com a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) para debater a situação da Barreira...

Leia mais
Governo da PB firma acordo para não prorrogar contrato com Cruz Vermelha e outras organizações
15/03/2019 16:05
Cidades

Governo da PB firma acordo para não prorrogar contrato com Cruz Vermelha e outras organizações

TAC assinado por João Azevêdo no MPF-PB dá prazo de 60 dias para regulamentação. Contratações de OSs estão suspensas e governo não vai prorrogar contratos vigentes.

Leia mais

Comentários