Com apenas um dia na prefeitura, Berg Lima já enfrenta novo processo do Gaeco; veja

blank

O Grupo de Atuação Especiaal de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) não vai ficar inerte perante a decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), que determinou o retorno ao cargo do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima.  O Gaeco entrou com um novo processo criminal contra Berg Lima por crimes de responsabilidade.

""

O coordenador do Gaeco, o promotor de justiça, Otávio Paulo Neto, disse em entrevista à imprensa, que o esforço do Ministério Público no combate à corrupção vai permanecer firme e forte e criticou a decisão do TJPB. “Não vão ser decisões como estas, desencontradas e carentes de pressupostos fáticos e até jurídicos, que vão desmobilizar o esforço do Ministério Público no combate à corrupção”, declarou.

Berg Lima é acusado de cobrar propina a um fornecedor do município em troca da liberação de pagamentos atrasados da gestão anterior. Berg foi flagrado, em um vídeo, recebendo o dinheiro e foi preso em flagrante. Ele ficou detido, por cinco meses, no 5° Batalhão de Polícia Militar, no Valentina de Figueiredo. Blog do Anderson Soares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui