Profissionais de saúde protestam por melhores salários e condições de trabalho, em João Pessoa

Trabalhadores pedem reconhecimento diante da situação que estão expostos devido à pandemia do coronavírus.

blank

Uma grupo de profissionais de saúde, em sua maioria enfermeiros, realizam um protesto, na manhã desta sexta-feira (29), em frente a Secretaria de Saúde de João Pessoa. Os trabalhadores pedem reconhecimento diante da situação que estão expostos devido à pandemia do coronavírus.

Entre as principais reivindicações da categoria estão melhores salários, locais de descanso dignos nas unidades de saúde, condições dignas de trabalho, redução da carga horária sem perda salarial, concurso público, aumento do plantão extra, entre outros.

Segundo a organização do movimento, alguns profissionais estão indo até as unidades de saúde com sintomas da Covid-19 e estão retornando sem a realização dos testes.

Uma medida provisória assinada pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV) e publicada em uma edição especial do Semanário Oficial de João Pessoa diz que os servidores ativos que ocupem o cargo efetivo de médico e que estiverem em efetivo exercício nas atividades diretamente relacionadas ao enfrentamento da pandemia vão ter uma Gratificação Temporária de Emergência em Saúde Pública (Gtesp) que variam de R$ 2 mil a R$ 5,3 mil de acordo com a carga horária do servidor.

Pelo menos três entidades que representam trabalhadores da área da saúde na Paraíba publicaram nesta quinta-feira (28) notas de repúdio contra uma medida provisória da Prefeitura Municipal de João Pessoa que institui uma gratificação temporária para médicos do município que estão atuando contra a Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui