Prefeito de Uiraúna que escondeu dinheiro na cueca paga meio milhão de fiança e sai da cadeia

João Bosco estava preso desde o dia 21 de dezembro do ano passado, quando foi deflagrada a Operação Pés de Barro.

blank

O Supremo Tribunal Federal expediu o alvará de soltura do prefeito de Uiraúna João Bosco Nonato Fernandes, nesta quinta-feira (09). Com a ação, partidários do prefeito afastado comemoraram com fogos e uma carreata pelas ruas da cidade.

João Bosco Nonato Fernandes, pagou fiança de R$ 522,5 mil estipulada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, no último dia sábado (4). Apesar de ter pago, o prefeito afastado continuou preso aguardando o alvará de soltura.

João Bosco estava preso desde o dia 21 de dezembro do ano passado, quando foi deflagrada a Operação Pés de Barro. Na época, também houve cumprimento de mandados de busca e apreensão em endereços do deputado federal Wilson Santiago (PTB), que ainda está sob investigação.

O prefeito afastado ficou conhecido após ser flagrado em vídeo escondendo dinheiro na cueca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui