Suspeitos de assaltos e homicídios em área indígena de Rio Tinto são presos em operação na PB

Seis pessoas foram presas na Operação Malhas da Lei. Segundo o delegado, os suspeitos seriam indígenas da reserva potiguara.

blank

Pelo menos seis pessoas foram presas suspeitas de homicídios, assaltos e tráfico de drogas em uma área indígena da cidade de Rio Tinto, no Litoral Norte paraibano. As prisões aconteceram em uma operação conjunta das polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros na madrugada desta quinta-feira (13).

De acordo com o delegado Walter Brandão, que coordenou a operação batizada de Malhas da Lei, as investigações começaram há dois meses. Ainda conforme o delegado, os suspeitos seriam indígenas da reserva potiguara.

Além das prisões, houve ainda apreensão de armas de fogo e de 15 kg de drogas, entre maconha, cocaína e crack. Dos seis presos, cinco perderam o direito à liberdade por ordem judicial após a Polícia Civil encontrar indícios da participação deles nos crimes investigados. A sexta prisão ocorreu em flagrante delito, após armas serem encontradas durante as buscas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui