CGU prepara ‘ranqueamento’ de salários dos servidores públicos da Paraíba que receberam auxílio emergencial indevidamente

A adesão para devolução dos valores recebidos por parte do servidor público de forma indevida foi baixa na Paraíba​.

blank

A Controladoria Geral da União (CGU) na Paraíba está fazendo nesta semana um ‘ranqueamento’ dos salários dos servidores públicos que receberam indevidamente o auxílio emergencial no Estado. Eles serão notificados a devolver os valores a partir da próxima semana, segundo informou em entrevista ao ClickPB, o superintendente da CGU, Severino Queiroz. A estimativa é que mais de 38 mil servidores públicos receberam o benefício no Estado.

Ainda de acordo com o superintendente da CGU, a adesão para devolução dos valores recebidos por parte do servidor público de forma indevida foi baixa na Paraíba. “Estamos fazendo nesta semana um ranqueamento dos salários dos servidores que receberam o auxílio. Iremos primeiro notificar aqueles que recebem os maiores salários e depois chegar aos que recebem salários menores”, explicou.

Severino Queiroz frisou que, por presunção, o servidor público não tem o direito de receber o benefício financeiro por já ter a possibilidade de se sustentar nesse período pandêmico. “Nós iremos notificar essas pessoas para que devolvam os valores que receberam”, afirmou.

A notificação começa a ser feita a partir da próxima semana. Além da orientação que o Governo do Estado fez por meio do site do portal do cidadão, das prefeituras, a CGU também fará a notificação desses servidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui