Sorteio da Copa 2022: Brasil pega Sérvia, Suíça e Camarões na fase de grupo

O Brasil ficou no Grupo G, com a Sérvia, a Suíça e Camarões.

blank

O Brasil vai estrear na Copa do Mundo contra a Sérvia, após sorteio nesta sexta-feira (1) que define seus adversários na Fase de Grupos da Copa do Mundo. Com a Seleção líder do ranking e cabeça de chave, a Fifa sorteia, em Doha, no Catar, as chaves para o Mundial, que começa no dia 21 de novembro e vai até o dia 18 de dezembro deste ano.

A seleção brasileira ficou no grupo G, que além dos sérvios também conta com a Suíça e Camarões. A Sérvia e a Suíça foram adversárias do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo de 2018. Na ocasião, o Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0 e empatou com a Suíça em 1 a 1. A última vez que o Brasil enfrentou Camarões também foi em 2018, em amistoso disputado na Inglaterra. A partida terminou em 1 a 0, com gol de Richarlison.

Datas

O Brasil enfrenta a Sérvia na quinta-feira (24/11). Na segunda-feira (28/11), o Brasil enfrenta a Suíça. E fechando a primeira fase na sexta-feira (02/12), o Brasil enfrenta o Camarões.

blank

A Cerimônia

Cerca de 2 mil convidados, entre eles todos os treinadores das seleções classificadas, acompanharam o evento em Doha. O sorteio foi conduzido pela meio-campista norte-americana Carli Lloyd, pelo ex-jogador inglês Jermaine Jenas e a jornalista inglesa Samantha Johnson.

Ex-jogadores e treinadores auxiliam no sorteio, entre eles Cafu (Brasil), Lothar Matthäus (Alemanha), Adel Ahmed MalAllah (Catar), Ali Daei (Irã), Bora Milutinovic (Sérvia/México), Jay-Jay Okocha (Nigéria), Rabah Madjer (Argélia) e Tim Cahill (Austrália).

As grandes ausências

Um seleção de craques não vai poder jogar a Copa do Mundo, mas a principal ausência é um país. Pela segunda vez seguida, a tetracampeã Itália ficou fora do torneio. A sequência é inédita na história da Azzurra. Além de Donnarumma, Bonucci, Chiellini, Jorginho, Verratti, Insigne e Immobile, outros grandes nomes do futebol não vão ao Catar.

A lista de ausências de destaque tem Haaland (Noruega), Alaba (Áustria), Ibrahimovic (Suécia), Oblak (Eslovênia), Cuadrado e Luis Díaz (Colômbia), Alexis Sánchez e Vidal (Chile), Salah (Egito), Aubameyang (Gabão), Haller (Costa do Marfim), Osimhen (Nigéria) e Mahrez (Argélia).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui