Amputado, homem mais alto do Brasil inicia sessões de fisioterapia na PB

Ninão ficou feliz em iniciar as sessões para se adaptar à prótese.

blank

Joelison Fernandes da Silva, o Ninão, que ganhou fama por ser o homem mais alto do Brasil, deu início ao tratamento fisioterápico nesta terça-feira (11). O paraibano mede 2,37 metros e passou por uma cirurgia de amputação de uma das pernas. As sessões preparam o corpo para a prótese que está em fase de produção na Alemanha.

A cirurgia aconteceu em um hospital de Campina Grande. O procedimento foi necessário por conta de uma infecção que passou a impossibilitar Ninão de ficar de pé. Isso ocorria por causa de uma ostomielite, doença que atinge os ossos. O “gigante” foi diagnosticado há cerca de quatro anos com a infecção.

Ninão mora da cidade de Assunção, interior da Paraíba, e precisa se deslocar para Campina Grande duas vezes por semana para realizar as sessões. Ele alega que as viagens são muitos cansativas, porém está feliz por iniciar o processo. Ele se diz ansioso para a chegada da prótese e quer trabalhar assim que conseguir ficar de pé novamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui