ABUSO

Júnior Araújo repudia Aneel por querer cobrar taxa de energia solar

O deputado estadual Júnior Araújo (Avante), líder do G11 na Assembleia Legislativa repudiou a pretensão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em cobrar taxa acima de 60% ao consumidor de energia solar.

Júnior Araújo repudia Aneel por querer cobrar taxa de energia solar

O deputado estadual Júnior Araújo (Avante), líder do G11 na Assembleia Legislativa repudiou a pretensão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em cobrar taxa acima de 60% ao consumidor de energia solar, ou seja, àquelas pessoas que investiram em placas fotovoltaicas. A afirmação foi feita na manhã desta segunda-feira (4), durante sessão plenária compensatória, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Júnior defende uma união das bancadas da Casa no sentido de pressionar os senadores e deputados federais paraibanos a se posicionarem contra a intenção do Governo Federal em taxar a energia solar no país.

“Trata-se de um bem natural e não faz sentido nenhum o Governo Federal cobrar taxas pela utilização desse tipo de energia”, argumentou Júnior Araújo, ao justificar que a medida prejudicará demais o empresariado que já sofre com uma carga tributária que é uma das maiores do planeta.

A Aneel abriu consulta pública para rever as regras da Resolução 482, que trata da geração distribuída. As sugestões podem ser enviadas até o dia 30 de novembro. Uma audiência pública foi realizada esta semana na Comissão de Minas e Energia para discutir o assunto econtou com a participação de 46 deputados federais.

“Há dois meses, foi sancionada a Lei da Liberdade Econômica, de nº 13.874/19, que é uma lei boa. Uma das coisas que ela prega é que as agências reguladoras devem evitar os monopólios, devem evitar cartéis. Para surpresa de todos nós, a Aneel está tentando impor um monopólio, ou seja, das usinas termoelétricas no Brasil, colocando dificuldades para a energia fotovoltaica, que é a mais barata e limpa”, lamentou o parlamentar.

Segundo Júnior Araújo, em termos de economia, a energia solar é uma alternativa importante demais para o progresso do país e sobretudo para os estados da região do Nordeste, a começar pelos custos que se resumem à compra, instalação e manutenção de placas de captação. “Com a energia solar, os investidores nordestinos vão reduzir suas despesas em valores significativos e, com isso, contribuírem muito mais para o desenvolvimento da região”, frisou o deputado.

Ele acha que, como representantes da população e independentemente de legendas e grupos políticos que pertençam, os parlamentares nordestinos em geral e os paraibanos em particular precisam se unir para começar a fazer frente no Congresso Nacional contra essa iniciativa do Governo Federal.

Outras Notícias

Bandidos fazem arrastões em bairros de JP; carros, smartphones e dinheiro foram roubados
01/02/2019 07:00
Cidades

Bandidos fazem arrastões em bairros de JP; carros, smartphones e dinheiro foram roubados

De acordo com a Polícia Militar (PM), pelo menos quatro homens são suspeitos de praticar uma série de assaltos em bairros de diferentes regiões de João Pessoa. Os crimes aconteceram na noite desta...

Leia mais
Menor preço da gasolina em João Pessoa tem alta de R$ 0,50, aponta Procon-JP
24/04/2019 20:38
Cidades

Menor preço da gasolina em João Pessoa tem alta de R$ 0,50, aponta Procon-JP

Preço do GNV se manteve, mas álcool e diesel S10 também registraram aumentos.

Leia mais

Comentários