POLÍTICA

Vice-presidente do PT visita a Paraíba, diz que partido lançará candidato à PMJP e aponta Luiz Couto como o maior nome da sigla no estado

O deputado federal e vice-presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Paulo Teixeira, está em João Pessoa, aglutinando forças e desenvolvendo as primeiras linhas estratégicas da agremiação visando o pleito de 2020.

Vice-presidente do PT visita a Paraíba, diz que partido lançará candidato à PMJP e aponta Luiz Couto como o maior nome da sigla no estado
Foto: Reprodução

O deputado federal e vice-presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Paulo Teixeira, está em João Pessoa, aglutinando forças e desenvolvendo as primeiras linhas estratégicas da agremiação visando o pleito de 2020. Ele reuniu-se na manhã desta sexta-feira (03) no diretório estadual da sigla, localizado no bairro de Jaguaribe, com a cúpula petista paraibana.

 Sobre o ex-deputado federal Luiz Couto, que esteve na reunião, e que partiu para o “sacrifício” em nome do projeto socialista, pondo seu nome para o Senado federal, ficando na terceira colocação, Paulo Morais teceu vários elogios ao seu companheiro de sigla, classificando-o “como o maior nome que nós temos na Paraíba, e nós temos que ver o que vamos projetar para o futuro, mas esse tema (as eleições do próximo ano)  ainda não foi discutido. Mas ele é o maior nome que temos na Paraíba”.

 Sobre a reforma da Previdência, o parlamentar petista disse ser contrário a várias propostas, outras não, citando como exemplo “que ninguém receba acima do teto do regime público. Então isso eu vou apoiar. Eu sou favorável que não tenha desvinculação das receitas da União, a chamada (DRU). Mas, dos um trilhão e 200 bilhões que eles querem economizar, 900 bilhões é de quem recebe até dois salários mínimos, e isso nós vamos ser contra”, confidenciou Paulo Teixeira

Outras Notícias

Felipe assume presidência do DEM e garante candidatura própria em JP
José de Abreu quer pedir habeas corpus preventivo para não ser preso
07/03/2019 15:59
Entretenimento

José de Abreu quer pedir habeas corpus preventivo para não ser preso

O ator José de Abreu, de 72 anos, quer pedir um habeas corpus preventivo antes de chegar ao Brasil, segundo informações da colunista Mônica Bergamo, do jornal "Folha de S. Paulo".

Leia mais

Comentários