CAMPEONATO CARIOCA

Com dois gols de Bruno Henrique, Flamengo supera Vasco e sai na frente na final do Carioca

Com o 2 a 0 adverso, o Vasco precisa ganhar por três gols de diferença, no próximo domingo, no Maracanã, para ser campeão.

Com dois gols de Bruno Henrique, Flamengo supera Vasco e sai na frente na final do Carioca
Foto: Alexandre Vidal/Ascom Flamengo

O Flamengo foi superior e mereceu vencer o Vasco. Bruno Henrique fez três gols - um deles anulado pelo VAR - e se transformou no nome do jogo. Este foi o resumo do 2 a 0 pela primeira partida da final do Carioca, neste domingo, no Nilton Santos, que ainda teve Arrascaeta (a surpresa de Abel Braga na escalação) e Fernando Miguel (com ao menos três grandes defesas) como outros destaques da tarde.

Como fica?

O regulamento não prevê gol qualificado como critério de desempate. Com o 2 a 0 adverso, o Vasco precisa ganhar por três gols de diferença, no próximo domingo, no Maracanã, para ser campeão. O Flamengo pode perder por até um gol ou empatar para levantar a taça. Caso o Cruz-Maltino repita o placar, a decisão vai para os pênaltis.

Arrascaeta comanda o Fla

Se Bruno Henrique fez os dois gols, Arrascaeta comandou o Flamengo. O meia uruguaio ganhou chance na vaga de Diego e teve atuação destacada. Ao lado de Éverton Ribeiro, criou boas chances ofensivas. A verdade é que, ao marcar adiantado, a equipe de Abelão encurralou o Vasco no campo defensivo, especialmente no segundo tempo. Teve mais posse de bola (65% a 35%), mais finalizações (24 a 8) e chances de gol (9 a 3). A diferença técnica entre os dois times ficou evidente e não fosse o goleiro Fernando Miguel o placar seria mais elástico.

Fernando Miguel salva o Vasco

A estratégia de Alberto Valentim de explorar os contragolpes não deu certo. O Vasco não teve força ofensiva e ameaçou em chutes de fora da área, basicamente. Exceção à cabeçada de Marrony, que acertou o travessão. Teve no goleiro o grande destaque. Ele fez três boas defesas.

O VAR anula gol e sofre pane

Aos 25 minutos do segundo tempo, Burno Henrique teve gol anulado por impedimento na revisão pelo VAR. O árbitro Rodrigo Nunes de Sá entendeu que houve irregularidade. Porém, o comentarista PC de Oliveira opinou que o lance deveria ser validado pois, ao tentar cortar a bola, Werley iniciou nova jogada. Pouco tempo, por conta de uma pane elétrica na sala no Nilton Santos, o sistema deixou de funcionar.

Clássico é com Bruno Henrique

Bruno Henrique é iluminado quando enfrenta rivais. Até este domingo, ele havia marcado dois gols contra o Botafogo e um diante do Fluminense. Com os dois sobre o Vasco, entrou na história.

Outras Notícias

Homem morre após colisão entre duas motocicletas
30/12/2018 10:46
Cidades

Homem morre após colisão entre duas motocicletas

Um homem morreu após um acidente entre duas motocicletas na noite desse sábado (29), próximo ao município de Catolé do Rocha, Sertão paraibano.

Leia mais
ALPB entra em recesso de 15 dias para reforma de acessibilidade
05/02/2019 08:50
Política

ALPB entra em recesso de 15 dias para reforma de acessibilidade

O presidente da Assembleia Legislativa (ALPB), deputado Adriano Galdino, anunciou nesta segunda-feira (4) que a Casa passará por uma reforma para fazer adequações de acessibilidade, no Plenário...

Leia mais

Comentários