SHOW

Paul McCartney levanta público de São Paulo com hinos do rock

Entre as seis canções do bis, a surpresa de Paul não cantar "Yesterday", que tinha aparecido em todos os shows anteriores no Brasil.

Paul McCartney levanta público de São Paulo com hinos do rock
REUTERS (Foto de arquivo)

THALES DE MENEZES - SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O maior karaokê da Terra está de volta ao Brasil. O inglês Paul McCartney fez 45 mil pessoas cantarem hinos do rock na noite desta terça-feira (26), no Allianz Parque, em São Paulo. Foram quase três horas de show.

Aos 76 anos, ele parece dormir numa banheira de formol. A voz segue forte, sem fraquejar em nenhum momento, o preparo físico é invejável e o rosto está rejuvenescido com correções cirúrgicas bem precisas.

Os integrantes da banda que o acompanha nesta década são em média 25 anos mais jovens do que ele, mas começam a parecer mais velhos na comparação com o patrão.

O show abriu a oitava turnê do ex-Beatle ao Brasil, na primeira de três datas da "Freshen Up Tour". As outras são na quarta (27), no mesmo Allianz Parque, e no sábado (30), em Curitiba.

Para aquela que seria sua vigésima quinta apresentação no país, Paul fez apenas pequenas alterações no repertório que leva habitualmente para a estrada. Em relação às últimas visitas, intensificadas desde 2010, com 20 shows de lá para cá, a novidade estava em algumas canções de seu 18º álbum solo, "Egypt Station", lançado no ano passado.

Outras Notícias

Mulher explode o banheiro para tentar matar barata
31/12/2018 15:00
Mundo

Mulher explode o banheiro para tentar matar barata

As baratas são notoriamente difíceis de matar. Existe até a lenda de que elas conseguem suportar bombas nucleares, tamanha a fama destes incríveis insetos, já que podem suportar 2.000x mais...

Leia mais
Prefeitura de Bayeux inicia pagamento de seus servidores
02/05/2019 16:57
Política

Prefeitura de Bayeux inicia pagamento de seus servidores

“Com muito compromisso e respeito estamos colocando a folha de pagamento em dia”, confirmou o prefeito Berg Lima.

Leia mais

Comentários